Kata: Praticando Arte marcial na programação

Escolhi o título deste post inspirado na aula do Henrique Bastos sobre testes e os asserts do Python  abordando o FizzBuzzer Robot, um algoritmo que devolve a posição de um dado número e diz se este é múltiplo de 3 e\ou 5.

Literalmente a palavra Kata significa “forma” e descreve os movimentos realizados no treino de artes marciais sejam estes realizado de forma individuais ou em conjunto.

Trazendo utilização prática do conceito para minha prática de  testes,  programando passo a passo, bem baby steps e verificando a saída do teste a cada implementação pude perceber  a importância de cada movimento e a atividade de refactoring ficou mais interessante e prazerosa ao notar a simplicidade do código obtido a cada melhoria.

Embora seja lento e pareça irritante o Kata possibilitou-me aprender com meu próprio código evoluindo a cada implementação e com a segurança de que as saídas resultantes está satisfazendo o limite da especificação do problema abordado. Pois por vezes eu recaía no problema de fazer aquelas analise de probabilidades até inimagináveis para o problema.

Desse modo, ganho produtividade e eficiência pois não estou gerando o retrabalho de passar um tempo incalculável tentando corrigir centenas de linhas de código onde tempo e energia foram desperdiçadas.

Agora, é que, tô pensando seriamente em organizar um Coding Dojo na minha cidade tipo o Dojo GamePlay.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s